Terça-feira
09 de Agosto de 2022 - 
Atendimento 24 horas em todo o estado do Rio de Janeiro

Alunos de Direito da UFRJ e da FGV participam de júri simulado no Antigo Tribunal do Júri do Rio de Janeiro

Alunos da FGV participaram de Júri simulado no Antigo Tribunal do Júri do Rio   Alunos da Escola de Direito da Fundação Getúlio Vargas e da Faculdade Nacional de Direito da Universidade Federal do Rio de Janeiro participaram nesta terça-feira (28/6), no histórico plenário do antigo Tribunal do Júri do Rio, do primeiro dia do júri simulado, debatendo "O caso dos denunciantes invejosos", de autoria do professor estadunidense Lon  Luvois Fuller, responsável pela cátedra de Teoria do Direito da  Universidade de Harvard (EUA), entre 1940 e 1972.  O texto exalta denunciantes que, movidos por inveja, se aproveitaram de um regime opressor para perseguir desafetos que acabavam condenados com penas de prisão e de morte. E a grande questão do embate colocada para os jurados é "Os denunciantes invejosos devem ser punidos criminalmente?".  No júri simulado realizado hoje, os alunos do 3º período da UFRJ atuaram no papel de acusação, enquanto que os do 1º período da FGV-RJ participaram como advogados de defesa. Nesta quarta-feira, (29/6), acontece novo júri simulado, com os alunos das duas instituições invertendo os papéis entre acusação e defesa.  O desembargador Alexandre Câmara, do Tribunal de Justiça do Rio, e professor da FGV-RJ, explicou que está sendo realizada uma competição interna entre os alunos de cada uma das duas faculdades de Direito para selecionar aqueles que mais se destacam na atuação em um júri simulado. Assim, pelo formato escolhido os alunos podem “disputar”, nos dois dias de evento, atuando em papéis diferentes, ou seja, na acusação e na defesa.   “Essa disputa, muito saudável, entre alunos da UFRJ e da FGV já acontece há alguns anos e pela primeira vez está sendo realizada aqui, no plenário histórico do Antigo Tribunal do Júri. Muitos desses alunos estão visitando pela primeira vez as dependências do Poder Judiciário e estão tendo a oportunidade de entender a rotina de um advogado, de um promotor, de um juiz”, explicou o desembargador.  Alexandre Câmara ressaltou a importância de o evento acontecer no Antigo Tribunal do Júri do Rio.  “Avalio que essa é uma oportunidade especial para os alunos que estão tendo contato com o prédio histórico do Tribunal do Júri, especialmente nesse momento tão importante, quando esse plenário está servindo de sede para uma exposição de artes plásticas muito relevante, que é o ‘Presenças Invisíveis’, que aborda o tema da violência doméstica contra a mulher.”   Para o magistrado é fundamental a promoção de eventos que aproxime o Poder Judiciário da universidade e da sociedade.  “O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro cumpre o seu papel de dialogar com a sociedade e, nesse evento específico, com a universidade e com os estudantes de Direito. Estamos trazendo para cá o futuro da produção jurídica e os alunos estão podendo se comunicar, dialogar com o Tribunal de Justiça.”   Serviço Júri simulado "O caso dos denunciantes invejosos" Museu da Justiça, Rua Dom Manuel 29, Centro, Rio de Janeiro Quarta-feira (29/6) Horários:  14h às 17h Entrada franca, até a lotação do plenário   
28/06/2022 (00:00)

Notícias

Cadastre-se

E acompanhe todas as novidades do nosso Escritório

Contate-nos

Advogado Criminal Rio RJ  6031867
© 2022 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.