Domingo
08 de Dezembro de 2019 - 
Atendimento 24 horas em todo o estado do Rio de Janeiro

Acusados de participar da morte de Lúcio do Nevada têm pena fixada em 22 anos

A 7ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio fixou em 22 anos e seis meses a pena de Marco Antonio Titoneli Barbosa, e em 22 anos e três meses a de Damião Washington da Silva Ferreira, condenados pela morte do vereador eleito de Niterói Lúcio Diniz, o Lúcio do Nevada, em 2012. Os dois foram condenados em primeira instância pela 3ª Vara Criminal de Niterói no ano passado. Segundo a denúncia do Ministério Público, o homicídio teria sido encomendado pelo vereador Carlos Alberto Macedo, suplente da vítima. Também são réus no processo Mariana Soares Queiroz da Silva, ex-chefe de gabinete de Carlos Macedo, José Carlos Alves de Azevedo, apontado como um dos executores do crime, e o ex-policial militar Jair Martins de Souza Netto. Carlos Macedo teria encomendado o crime por motivos políticos, para assumir o cargo de vereador após a morte do titular. A pedido de sua defesa, seu julgamento será realizado na Comarca da Capital em data a ser marcada.  Lúcio do Nevada foi baleado diversas vezes na porta da casa de seus pais, no bairro Santa Bárbara, pouco depois de ser eleito.    Apelação criminal Nº 0101965-93.2012.8.19.0002
29/11/2019 (00:00)

Notícias

Cadastre-se

E acompanhe todas as novidades do nosso Escritório

Contate-nos

Advogado Criminal Rio RJ  2146433
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.