Sexta-feira
20 de Julho de 2018 - 
Atendimento 24 horas em todo o estado do Rio de Janeiro

ADEPAR: Assembleia homenageia os defensores públicos estaduais pelo Dia Nacional da Defensoria Pública

Por iniciativa do presidente da Mesa Executiva da Assembleia Legislativa do Paraná, deputado Ademar Traiano (PSDB), a defensora pública Lívia Martins Salomão Brodbeck e Silva, presidente da Associação dos Defensores Públicos do Paraná (Adepar), falou durante a sessão plenária desta segunda-feira (14) sobre o trabalho desenvolvido pela instituição. A presença dela no Legislativo destaca de forma antecipada o Dia do Defensor Público, comemorado nacionalmente em 19 de maio. A defensora destacou a parceria da Defensoria Pública do Estado do Paraná com o Legislativo paranaense, em projetos que beneficiam a população que não tem condições de arcar com despesas para a contratação de advogados. “A Assembleia tem sido uma parceira muito grande. Todos os projetos que temos enviado à Casa têm sido aprovados, como a regulamentação do fundo da Defensoria Pública junto ao Tribunal de Justiça”, explica. Lívia Martins Brodbeck disse que a Defensoria Púbica Estadual passa por um momento de ascensão, com a assinatura de um convênio com o Tribunal de Justiça que regulamentou o fundo de aparelhamento que vai garantir melhores condições de trabalho e mais recursos para ampliação da sua estrutura. “Além disso, criamos alguns núcleos de atuação estratégica para a infância e a juventude, na questão da execução penal e na regularização fundiária. É um trabalho reconhecido pela população, pelos movimentos sociais e atores do sistema de Justiça”, afirmou. Traiano parabenizou a defensora em reconhecimento pelos trabalhos da Defensoria Pública do Paraná, presidida pelo defensor público-geral Eduardo Pião Ortiz Abraão. “Apesar de ser uma instituição nova, recente, presta relevantes serviços no campo social, defendendo aqueles que mais precisam da mão estendida dos nossos defensores. Sigam neste caminho, que os objetivos, certamente, serão alcançados”, afirmou. Fissura Labiopalatal – Ainda durante a sessão plenária desta segunda-feira fez uso da palavra a presidente da Associação de Portadores de Fissura Lábio Palatal (Apofilab) de Cascavel, Silvana Aparecida Portes Becker, por solicitação do deputado Marcio Pacheco (PPL). A Associação auxilia no encaminhamento de crianças nascidas com a fissura, uma atrofia no lábio e palato que acomete uma em cada 650 pessoas em todo Brasil. “A criança chega à entidade e após as consultas com o pediatra e a verificação da extensão para a classificação da fissura, se conversa com a família para explicar o quão longo será o tratamento e quantas etapas ele terá. Em três meses fecha-se o lábio, com um ano fecha-se o palato e, na sequência, todas as correções funcionais e plásticas se iniciam em um processo que dura em média até 25 anos”, explica. A Associação abrange 60 municípios da região de Cascavel, além de seis do Paraguai, sem custo algum e com pleno acompanhamento. “Existem quatro nascimentos com fissura lábio palatal por mês apenas na nossa região. É um público muito grande. Atendemos crianças com outras síndromes, com má formação craniofacial, com ausência de nariz, ausência de orelha, e que necessitam de acompanhamento. É um tratamento muito dolorido e muito extenso, que abrange muitos fatores na vida de uma pessoa”, afirma. De acordo com o deputado Marcio Pacheco, que apresentou o projeto de lei nº 619/2017, instituindo o Dia Estadual da Pessoa com Fissura Labiopalatal, é importante tratar o problema, totalmente reabilitável, dando visibilidade ao tema. “Certamente esta problemática vai ser abordada pela sociedade. Precisamos falar sobre ela. O preconceito é muito grande e muitas pessoas se sentem discriminadas, sofrendo sem saber que existe um tratamento de qualidade disponível, que melhora muito a qualidade de vida das pessoas”, explicou.

Notícias

Cadastre-se

E acompanhe todas as novidades do nosso Escritório

Contate-nos

Visitas no site:  365446
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.