Sexta-feira
20 de Julho de 2018 - 
Atendimento 24 horas em todo o estado do Rio de Janeiro

AC: Rio Branco sedia II Seminário da Defensoria Pública

O II Seminário da Defensoria Pública do Acre (DPE/AC) foi realizado por meio do Núcleo do Centro de Estudo Jurídico (Cejur), nesta segunda-feira, 14, no Teatro Universitário da Universidade Federal do Acre (Ufac). Mais de 600 pessoas, entre estudantes, defensores e comunidade, prestigiaram o evento. O evento faz parte da programação em alusão a data 19 de maio, dia do Defensor Público, e tem por objetivo ampliar os conhecimentos e fomentar a temática de atuação da instituição quanto à assistência jurídica na promoção dos direitos humanos. “O segundo seminário da Defensoria é uma oportunidade de aprendizado, de conhecimento e troca de experiência entre Defensores Públicos de excelência, para que possamos apresentar nossa instituição a toda comunidade acadêmica e jurídica, cada vez mais ressaltando a importância institucional da Defensoria Pública, enquanto órgão na defesa intransigente dos vulneráveis, daqueles mais necessitados”, destacou a Defensora-Geral, Roberta Caminha Melo. Com as palestras: “Defensoria Pública e o atendimento das necessidades jurídicas imediatas”, ministrada pelo Defensor Público do Rio de Janeiro, Dr. Cleber Francisco Alves, e “Novas funções da Defensoria Pública a partir de um resgate histórico e da integralidade da assistência jurídica”, ministrada pelo Defensor Público do Amazonas Dr. Maurílio Casas Maia, os palestrantes compartilharam o conhecimento de atuação como defensores e contribuíram significativamente para reflexão sobre a temática. “O evento é uma oportunidade de discutir a perspectiva das necessidades jurídicas para orientar a atuação institucional e demonstrar como a Defensoria Pública é uma instituição bastante apta para prestar o atendimento nessa ótica, ou seja, não na perspectiva do interesse do prestador do serviço, mas do destinatário do serviço”, disse o palestrante Dr. Cleber Francisco Alves. Para o palestrante Dr. Maurílio Casas Maia, o encontro é marcado pelo intercâmbio de conhecimento e o crescimento mútuo. “Nesse contexto, a Defensoria Pública se aproxima da comunidade acadêmica e da comunidade em geral, além de realizar uma aproximação entre defensores de vários Estados, Rio de Janeiro, Amazonas, Acre e isso faz com que o intercâmbio de conhecimento promova um crescimento mútuo entre todos os membros de carreira e a própria comunidade que passa a conhecer mais sobre a Defensoria Pública, mais sobre as possibilidades benéficas da Defensoria para sociedade como um todo”, falou. “Interessante e inspirador. Particularmente, eu gostei muito da palestra que destacou mais sobre a atuação da Defensoria Pública, pois é a carreira que eu quero seguir, me inspirou bastante”, disse a acadêmica do curso de Direito da Uninorte, Ana Caroline Lima. O acadêmico do curso de Direito da Faculdade da Amazônia Ocidental, Luiz de Gonzaga relata que o sonho de atuar na área é a determinação para retomar os estudos aos 70 anos de idade. “Eventos como esse nos proporciona mais conhecimento, principalmente para quem estar iniciando. Sempre que posso eu participo e fico muito realizado, pois em todas as palestras que assisti, os pais que são o espelho para os filhos, no meu caso é o contrário, eu tenho filho juiz, filho e neto advogado, e isso me traz força e determinação para permanecer nesse sonho”, contou. “Aprendemos mais sobre o trabalho institucional da Defensoria Pública e o mais interessante foi a abordagem do histórico, das atividades, da transformação e avanços da instituição, uma experiência muito bacana e que eu nunca tive a oportunidade de participar aqui no Estado”, destacou o estudante do 7º período do curso de Direito da Ufac, Gustavo Lemos.

Notícias

Cadastre-se

E acompanhe todas as novidades do nosso Escritório

Contate-nos

Visitas no site:  365411
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.